#PressingAhead.

Digitalização: "Que valor agregado
posso esperar da Heidelberg?"

Grandes volumes de dados, armazenamento em nuvem, inteligência artificial, trabalho em rede e análise de negócios são muito mais que meras palavras de ordem quando o assunto é digitalização na indústria gráfica. Afinal, eles representam um realinhamento estratégico de ponta a ponta na produção gráfica, com o objetivo de aumentar a produtividade para gerar lucros mais rapidamente, e essa estratégia traz resultados. Gráficas que sistemática e consistentemente digitalizam seus processos estão obtendo êxitos mensuráveis, não somente em termos de indicadores-chave de desempenho como também em termos de satisfação de clientes e funcionários.

Padronizando e automatizando processos

Digitalização na indústria gráfica significa essencialmente explorar o potencial existente na cadeia de processos, aproveitando novas oportunidades de negócios e utilizando dados para alcançar mais transparência e contínuo autoaperfeiçoamento. É exatamente aí que a Heidelberg entra com a "Smart Print Shop", ou Gráfica Inteligente, e seu "ecossistema para a indústria gráfica”.

Menores prazos de entrega e tiragens mais curtas há anos têm sido uma questão importante e desafiadora em todas as áreas de nossa indústria. Por muito tempo, o ponto mais importante para enfrentar esses desafios tem sido o contínuo desenvolvimento técnico de todas as máquinas necessárias para a produção. No entanto, é surpreendente observar que poucas são as gráficas capazes de chegar a velocidades que podem ser alcançadas em máquinas modernas. Não são as máquinas que formam gargalos, mas sim os processos e pontos de contato manual.

Para atingir a máxima produtividade são necessárias soluções adicionais tão flexíveis e adaptáveis quanto nossos clientes e seus pedidos. É por isso que nossos produtos e máquinas são capazes de padronizar e automatizar processos administrativos e de produção. Isso torna todos os processos reproduzíveis, comparáveis e avaliáveis, o que significa que eles geram lucro mais rapidamente.

Mais automação, menos pontos de contato

O Intellistart 3 e o Intellirun da geração 2020 da Speedmaster são exemplos marcantes das oportunidades que a digitalização de máquinas tem atualmente a oferecer. Baseado nos dados do pedido, o software da máquina calcula uma sequência sensível e, portanto, econômica para impressões a serem processadas. Ao mesmo tempo, assistentes inteligentes da máquina, como o Wash ou Powder Assist, calculam o que é necessário para preparar o próximo trabalho e adaptam seus ajustes de forma automática. A máquina processa automaticamente a sequência de serviço. Isso minimiza a necessidade de transições e intervenções manuais dos operadores. O resultado é um conceito Push to Stop que maximiza a automação e minimiza os pontos de contato manual.

Prinect – a central digital

Graças a componentes como Prinect Business Manager e Prinect Production Manager, nosso fluxo de trabalho Prinect atua como uma central cobrindo todo o processo de produção. Todos os dados relevantes são transmitidos diretamente para a pré-impressão, gravação de chapas, impressoras e máquinas de acabamento – não importando o processo de impressão utilizado. A produção pode ocorrer tanto em impressoras offset quanto em sistemas de impressão digital, se necessário.

Autoaperfeiçoamento através da rede de trabalho

Esse aumento na eficiência é contínuo em todo o ambiente de impressão, o que significa que ele é percebido muito além do trabalho da gráfica propriamente dito. Manutenções na máquina, treinamentos de funcionários e análises comparativas regulares com outras gráficas também são partes integrantes dos esforços de digitalização que estão sendo realizados através da Heidelberg.

Nesse ponto entra o Heidelberg Assistant, fornecendo uma interface digital entre a Heidelberg e seus clientes. Esses clientes usam a Heidelberg Cloud como um banco de dados para informações em tempo real e amplas análises, com mais de 13.000 máquinas instaladas e 25.000 módulos de software Prinect, fornecendo continuamente dados essenciais sobre status e desempenho.

O Heidelberg Assistant efetua uma comparação de desempenho baseada nesses dados tornados anônimos - comparando os trabalhos produzidos em máquinas de gráficas relevantes com o desempenho alcançado na presente gráfica. Isso permite que nossos clientes se comparem diretamente com seus principais concorrentes, identifiquem falhas de produtividade, descubram potenciais ocultos, adaptando e otimizando seu modelo de negócios de acordo.

No futuro, ofereceremos a tecnologia de consultor de desempenho (PAT), que utilizará inteligência artificial para sugerir modos de otimizar as operações, fornecendo assim uma ajuda adicional para identificar falhas na produtividade.

Saiba mais sobre o Heidelberg Assistant

Ficamos contentes em também fornecer uma visão do atual estado econômico da indústria gráfica global com base no banco de dados anônimo da nuvem Heidelberg Cloud:

Relatório Climático da Indústria de Mídia Impressa

Não há limites para nosso
comprometimento com a
indústria gráfica.


Responderemos a todas suas questões.

"Qual será o principal negócio da Heidelberg no futuro?"
Nosso principal negócio
"Como está a situação econômica da Heidelberg?"
Nossa viabilidade futura
"O que será oferecido pela Heidelberg para impressão de embalagens?"
Nossa estratégia em embalagens
Como podemos te ajudar?

Aguardamos a sua mensagem. Para poder reagir rapidamente à sua solicitação, precisamos de algumas informações. * Esses campos são obrigatórios.