Receber uma oferta

Com Gallus, Catuaí mira o autoadesivo premium

28/06/2021

Gráfica paranaense busca nichos de mercado de alto valor agregado com a instalação das flexográficas ECS 340 e Labelmaster 440.

Na arena na qual a Catuaí Rótulos trava diariamente o bom combate só há pesos-pesados. Para competir com líderes mundiais, a gráfica de Nova Fátima, no interior do Paraná, acaba de revigorar o parque fabril, empoderando ainda mais seus 168 funcionários. No pacote de investimentos 2020/2021, duas são as estrelas: as impressoras flexográficas banda estreita ECS 340 e Labelmaster 440. Em comum, toda a excelência atrelada à marca Heidelberg Gallus.

Com 54 anos de história, 20 voltados a produção de rótulos autoadesivos, incluindo, nos 10 últimos anos, os termoencolhíveis, a Catuaí sabe bem aonde quer chegar com os novos equipamentos. O objetivo é o rótulo autoadesivo de alto valor agregado. E a janela de oportunidade está voltada para o mercado de bebidas alcoólicas e não-alcoólicas. “No ano passado, apesar de toda a instabilidade, crescemos 18%, e em 2021, com a atualização tecnológica, a expectativa é de um aumento de 35%”, afirma Nilton Cardoso de Lima. Ele dirige a empresa ao lado do irmão, Wilson, segunda geração no comando da Catuaí. “Hoje, a procura por rótulos diferenciados não vem só de marcas regionais. Os grandes fabricantes também estão apostando em produtos premium”, completa Wilson.

Para fazer frente a essas demandas e de outros segmentos, como o cosmético, optou-se por padronizar a produção. Com as duas novas máquinas, a impressão tem agora quatro equipamentos Gallus. “Essa decisão foi tomada há oito anos. Na época, fizemos uma ampla pesquisa, fomos aos Estados Unidos ver a tecnologia em funcionamento, e escolhemos a Gallus pela confiabilidade e alta performance”, conta Nilton. As aquisições chegam para substituir três impressoras, completando a meta e expandindo em 45% a capacidade produtiva. Novos investimentos estão programados para os próximos cinco anos, e a fidelidade à marca suíça deve se manter.

As vantagens dessa estratégia são várias. A versatilidade é a primeira. A padronização dá mais fôlego ao PCP, que sabe que terá a mesma qualidade e performance em todas as máquinas. Há também a redução de custos, com um único estoque de peças, ferramental e insumos. Isso facilita não só a operação diária como as manutenções preventivas e corretivas. A gráfica ganha também na facilidade no aprendizado dos operadores. Atualmente, a empresa trabalha initerruptamente, em regime de quatro turnos.

Dentro dessa tática, a Labelmaster 440 representa um passo decisivo para que a Catuaí atinja um novo patamar em volume e recursos de enobrecimento. Além do maior formato de impressão, 440 mm, o equipamento atinge velocidade máxima de 200 m/min, imprimindo a 10 cores com tecnologia UV. Dispositivos adicionais incluem serigrafia rotativa, cold foil, laminação e corte rotativo, tudo conectado ao sistema de registro em linha. Com tal configuração, somada a aquisição de quatro máquinas para o acabamento, a gráfica pretende conquistar novos clientes para rótulos-bula (fertilizantes), cone paper (sorvetes) e começar a produzir rótulos In Mold Label.

Como podemos te ajudar?

Aguardamos a sua mensagem. Para poder reagir rapidamente à sua solicitação, precisamos de algumas informações.

* Esses campos são obrigatórios.