Receber uma oferta

Sarapuí aposta em impressora Heidelberg com alto grau de automação para seguir crescendo

12/03/2021

Atenta ao aumento na demanda pelos produtos destinados aos cuidados com a pele, que utilizam embalagens mais sofisticadas, a gráfica Sarapuí moderniza sua produção com a nova Speedmaster XL 106-7+L, da Heidelberg.

O principal negócio da Sarapuí, gráfica com 73 anos de mercado, é a produção de cartuchos para a indústria farmacêutica. Isso significa trocas constantes de trabalho, uma vez que uma mesma linha pode ter vários itens, encorpando a somatória dos tempos de setup. Reduzir esse intervalo tornou-se mandatório. Mas a equipe da Sarapuí, comandada por Danilo Storti Garcia (Diretor geral) e seus irmãos, Fabio Storti Garcia (Diretor industrial) e Caio Storti Garcia (Diretor financeiro e TI), queria mais. Olhavam com total atenção para outros mercados, dentre eles um dos crescentes nichos do segmento farmacêutico, o de dermocosméticos, e suas embalagens carregadas de recursos e de alto valor agregado. Faltavam-lhe o instrumento capaz de unir essas duas demandas, reunindo num só maquinário altas doses de automação e de flexibilidade.

A resposta chega em abril, com o início das operações da Speedmaster XL 106-7+L, equipamento híbrido com tecnologia UV que roda tanto materiais a base de celulose quanto plásticos e laminados. Integrante da nova geração de impressoras offset planas lançadas pela Heidelberg em 2020, a máquina destaca-se pelo alto grau de automação. Música para os ouvidos de Danilo, essa característica confere altíssima produtividade e rapidez no acerto de máquina, viabilizando tiragens menores com desempenho superior e economia.

O diretor geral conta que a necessidade de atualização era premente, porém era preciso dar um passo além, garantindo uma posição de destaque num segmento cada vez mais competitivo. “Tínhamos de reduzir o custo de preparação aumentando o tempo útil da produção. Fizemos um estudo profundo e acabamos optando pela Speedmaster XL 106-7+L”, afirma Danilo Garcia. Set ups mais curtos trazem um outro e fundamental benefício: sustentabilidade. As tecnologias embarcadas na nova offset permitem que a impressora produza com menor consumo de energia e utilize o mínimo de insumos possível em sua produção, incluindo menos folhas de acerto.

Instalado, o novo equipamento vai elevar a produção da Sarapuí de 70 milhões para 100 milhões de cartuchos por mês, ampliando o poder de fogo da gráfica tanto quantitativa quanto qualitativamente. A máquina fortalece igualmente o relacionamento da empresa paulista com a Heidelberg, parceria que remonta à primeira década dos anos 2000. “Compramos nossa primeira impressora Heidelberg num período de profissionalização da Sarapuí, numa época de virada de chave, e de lá pra cá construímos uma relação muito boa, calcada na confiança e na expertise da Heidelberg em desenvolver sistemas altamente eficientes”, finaliza o diretor.

Como podemos te ajudar?

Aguardamos a sua mensagem. Para poder reagir rapidamente à sua solicitação, precisamos de algumas informações.

* Esses campos são obrigatórios.