Heidelberg celebra resultados da ExpoPrint 2022

28/04/2022

Em cinco dias de evento foram negociados mais de 50 castelos de impressão.

“Uma feira como não víamos há muito tempo”. É assim que Silvia Montes, presidente da Heidelberg do Brasil, descreve a ExpoPrint & ConverExpo Latin America 2022, que aconteceu entre os dias 5 e 9 de abril, em São Paulo. Ocupando o maior estande, a empresa levou aos visitantes o conceito “Always a step ahead”, materializado em soluções que permitem aos usuários estarem sempre um passo à frente no momento da tomada de decisão. “Os resultados foram bem acima das nossas expectativas. Todo o time realizou um trabalho excepcional. Começamos o ano fiscal [abril] com 63 castelos de impressão já negociados e em linha produção e durante a feira vendemos mais de 50”, comemorou a executiva.

A principal atração do estande foi a impressora offset plana Speedmaster CX 104. Em quatro demonstrações diárias, os visitantes puderam acompanhar ao vivo a produção navegada, guiada pela Inteligência Artificial. Equipada com sistemas inteligentes de assistência como o Intellistart 3 e o novo Intelliline, a Speedmaster CX 104 mostrou porque é capaz de reduzir ainda mais o setup, ampliando o controle de todo o processo e melhorando a experiência do operador.

A CX 104 dividiu as atenções com a máquina de corte e vinco automática Promatrix 106 CS, equipada com o novo sistema óptico de alinhamento de folhas no alimentador, e com a guilhotina Polar N 115 Plus, provida de software que realiza automaticamente a programação de corte.

Enriquecendo a experiência dos profissionais que estiveram no estande, a Heidelberg promoveu palestras diárias, levando ao Expo Center Norte experts como o designer, professor e escritor Fabio Mestriner, especialista em design de embalagens, o economista Eduardo Jarra, o coordenador pedagógico da Escola Senai Theobaldo De Nigris, Enéias Nunes, o perito de impressão de segurança Hebert Viana e a especialista em Pesquisa & Desenvolvimento na área de embalagens, Luciana Amiralian.

Além da equipe local, a Heidelberg contou com a presença de representantes da matriz alemã, entre eles David Schmedding, diretor mundial de Vendas e Marketing, e Roland Krapp, responsável mundial pelo Print Media Center. “Estamos muito confiantes na recuperação do mercado brasileiro no pós-pandemia e os números mostram que estamos certos”, disse David Schmedding em coletiva realizada no primeiro dia da ExpoPrint.

O diretor aproveitou a oportunidade para falar sobre o novo CEO global da companhia, Ludwin Monz, que assumiu o cargo em 1º de abril. De acordo com o diretor de vendas, o novo presidente pretende se concentrar no core business da Heidelberg, que é o desenvolvimento de tecnologias para a indústria de impressão, em linha com as demandas dos clientes. “A prioridade é ouvir o cliente”, comentou David Schmedding. A ideia é fortalecer as estruturas da companhia para que ela se torne cada vez mais resiliente aos humores dos mercados e das economias, funcionando como uma plataforma segura para a indústria gráfica. Em paralelo, a empresa objetiva desenvolver novas áreas a partir de suas habilidades, como a produção de componentes para carros elétricos e semicondutores.

O saldo positivo da Heidelberg vai ao encontro do balanço geral da feira. Mais de 40 mil profissionais passaram pelos seus corredores e, segundo os organizadores da ExpoPrint, APS, Afeigraf e Abflexo, os negócios gerados pela ExpoPrint 2022 alcançaram a marca de R$ 1 bilhão.

A próxima edição acontecerá em abril de 2026 novamente no Expo Center Norte, em São Paulo.